domingo, 25 de janeiro de 2015

MPF tem cinco dias para reapresentar alegações em processo da Lava Jato


O juiz federal Sérgio Moro determinou, nesta sexta-feira (23), que o Ministério Público Federal (MPF) reapresente as alegações finais no processo que trata das denúncias de desvios na Petrobras, originado da Operação Lava Jato. A decisão foi tomada em virtude da inclusão dos termos do acordo de delação premiada do doleiro Alberto Youssef, que foram anexados à ação. Os procuradores terão cinco dias para entregar os documentos à Justiça.


O MPF já havia apresentado as alegações finais do processo em dezembro. Contudo, o juiz avaliou que seria necessário uma nova análise dos procuradores, devido aos termos do acordo, que ainda não constavam da ação. Os procuradores podem, com isso, incluir ou retirar pontos das acusações que fizeram contra o ex-diretor. De acordo com a Justiça, o prazo deve começar a correr na segunda-feira (26).

Da mesma forma, as defesas tiveram os prazos de resposta alterados. Após os cinco dias que o MPF terá para rever as alegações, os advogados dos acusados terão 15 dias para enviar as defesas. A partir de então, o processo deve seguir para a sentença final em primeira instância.

São réus neste processo: Waldomiro de Oliveira, Pedro Argese Junior, Marcio Andrade Bonilho, Leonardo Meirelles, Leandro Meirelles, Esdra de Arantes Ferreira, Murilo Tena Barrios e Antonio Almeida Silva, além do ex-diretor de Abastecimento da Petrobras Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef. Eles são acusados de crimes como lavagem de dinheiro e ocultação de bens, direitos ou valores.

Fonte:G1 - Geral

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics