TV Centro Sul

terça-feira, 3 de fevereiro de 2015

A verdade sobre a falta de água em Solonópole

Prefeito Webston Pinheiro ao lado do Diretor-Presidente da Cogerh, João Lúcio Farias
Nos últimos dias a população de Solonópole está sofrendo com a falta de água em suas residências, a reclamação é enorme e iremos apresentar os reais motivos pela falta do líquido precioso nas torneiras das casas do município.
A adutora de montagem rápida (AMR) construída para o abastecimento dos moradores da cidade de Solonópole. E que tem a finalidade de retirar água de um novo ponto de captação no reservatório do Açude Riacho do Sangue foi concluída, mas até o momento não teve o apoio logístico necessário para o seu trabalho.
Com toda burocracia colocada pela COELCE a energia não existe na localidade do Açude Riacho do Sangue para  alimentar o gerador e assim captar a água, até este momento este gerador que está no local custa aos cofres públicos R$ 16 mil reais por mês para a compra de óleo diesel, são cerca de 200 litros diários, e quem está sendo onerado com isto, a Prefeitura de Solonópole. Este é o valor da energia produzida para que o gerador alimente esta bomba e envie a tão sonhada água para o setor de tratamento do SAAE.
Lembrando ao amigo leitor que está seria uma responsabilidade da Secretaria dos Recursos Hídricos (SRH), por meio da Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh).
Observando nestes dias que o gerador foi danificado e deixou a população sem água, o prefeito Webston Pinheiro, esteve nesta terça-feira, 3, reunido em Fortaleza com o Diretor-Presidente da Cogerh, João Lúcio Farias, para tratar do problema e cobrando uma solução imediata do órgão.
E obteve sucesso, um novo gerador estará chegando a Solonópole nesta quarta-feira,04, e começará a produzir a tão sonhada energia para o bombeamento de água para a adutora.
Além disso, Webston visitou a COELCE e novamente cobrou uma solução para a questão da energia elétrica no açude e teve a promessa que até o dia 18 de fevereiro este drama do município pagar R$ 16 mil reais na compra de combustível para o gerador irá acabar.
E gestor avisa, estará se reunindo nos próximos dias com o governador Camilo Santana onde irá cobrar ações emergenciais para evitar o colapso de água na cidade, “ não sei de onde virá a água, Castanhão ou Orós, mas sei que irei lutar para que esta água chegue para meu povo”, disse.

Fonte: www.solonopole.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics