quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Rui Falcão ameaça expulsar do PT quem votar a favor da reforma política de Cunha

Presidente do PT, Rui Falcão avisou à bancada petista na Câmara dos Deputados que será expulso do partido o deputado que votar a favor da reforma política proposta pelo presidente da casa, Eduardo Cunha (PMDB). Na última vez que o PT assumiu uma postura radical assim, em 2003, Heloísa Helena (AL), Luciana Genro (RS), Babá (PA) e João Fontes (SE) foram expulsos do partido. De acordo com informações do portal Exame, a posição foi tomada após deputados do PT serem acusados de apoiar secretamente a eleição de Cunha para chefia da Câmara. Em menos de 72h após sua eleição, Eduardo Cunha acelerou a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da Reforma Política que estava parada na Casa. A proposta estava há um ano na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e sua admissibilidade dependia da aprovação da comissão. O PT travava seu andamento, já que a reforma é a pauta que a sigla escolheu para tentar melhorar sua imagem após o mensalão. Cunha tirou a proposta da admissibilidade da CCJ e passou para o plenário - a admissibilidade foi aprovada na sessão de terça-feira (3). Menos de 24 horas depois, o presidente da Câmara autorizou a criação da comissão que analisará o tema, a ser instalada até o próximo dia 10. Segundo a Secretaria-Geral da Mesa Diretora, 34 deputados devem integrar o grupo. A PEC prevê, entre outras coisas, o voto facultativo, o fim da reeleição para cargos executivos e a coincidência das datas das eleições, assim como um sistema misto de financiamento de campanhas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics