quinta-feira, 5 de fevereiro de 2015

Vereadores trocam farpas ao avaliarem atuação de Roberto Cláudio

Os vereadores Deodato Ramalho (PT) e Eulógio Neto (PSC) trocaram farpas na sessão de ontem, da Câmara Municipal de Fortaleza (CMFor), após  Deodato criticar, na tribuna da Casa, a  saúde pública de Fortaleza. O petista afirmou que a saúde está “abandonada” e cobrou  do prefeito que pague a gratificação dos servidores do Instituto Dr. José Frota que, segundo frisou, está atrasada 60 dias.
Deodato afirmou que recebeu da Associação dos Servidores do IJF um ofício que trazendo a denúncia, o que, segundo ele, “demonstra que o discurso do prefeito está longe da realidade”.
Eulógio criticou o pronunciamento de Deodato e intitulou Roberto Cláudio como o prefeito a fazer mais obras na cidade nos últimos 20 anos. “As colocações do vereador Deodato Ramalho escorregam na casca de banana quando colocam sem contexto a forma como o prefeito está trabalhando. É meu colega e tenho respeito, aprendi muito com ele, mas não quero aprender essa forma de julgar e pré-julgar, colocando as coisas ao vento”, frisou.
Em resposta, Deodato Ramalho disse que Eulógio tem um discurso na tribuna e outro nos corredores da Casa. “Porque a gente sabe muito bem o que os vereadores da base têm dito e vem dizendo desde 2013 e no aprofundamento de 2014 em relação ao desprezo, a humilhação que sofrem [os servidores] e, muitas vezes, para segurar os cargos, além do privilégio de ficarem ao lado do prefeito quando ele vai a suas bases”, criticou.
O Estado CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics