Advertisement

quarta-feira, 18 de março de 2015

Agenor Neto comenta manifestações por faculdade de Medicina em Iguatu

O deputado Agenor Neto (PMDB) informou, nesta terça-feira (17/03), durante o segundo expediente da sessão plenária da Assembleia Legislativa, sobre as manifestações realizadas em favor da implantação de uma faculdade de Medicina em Iguatu. O parlamentar destacou que, recentemente, o ministro Cid Gomes anunciou cinco cursos de Medicina para o Ceará, um desses para a região centro-sul do Estado.
Conforme salientou o deputado, na última sexta-feira (13/03), mais de 10 mil jovens foram às ruas de Iguatu. Uma das principais motivações foi a cobrança da instalação da faculdade de Medicina. O deputado disse que conversou com uma assessora do Ministério da Educação e recebeu a informação de que nada estaria definido com relação a esse curso.
O parlamentar frisou que a população “não aceita mais o atraso na construção do campus (Fatec), parada desde 2010". A unidade conhecida por Cidade Universitária vai abrigar cursos da Faculdade de Educação, Ciências e Letras de Iguatu (Fecli), unidade descentralizada da Universidade Estadual do Ceará (Uece), da Universidade Regional do Cariri (Urca) e da Faculdade de Tecnologia (Fatec) do Instituto Centro de Ensino Tecnológico (Centec).  
Ao comparar os investimentos em saúde, ele disse que, em 2014, foram gastos R$ 400, per capita, na região norte do estado, enquanto na centro-sul foram menos de R$ 100 por habitante. “Não queremos tirar nada de nenhuma região, mas não podemos aceitar a desigualdade em relação à região norte”, assinalou.
Agenor Neto também acentuou que o Governo do Estado banca, com recursos próprios, avião para levar médicos para a região norte, e não disponibiliza o mesmo transporte para as demais. “Em 2014, foram investidos R$ 8 milhões no Hospital Regional do Cariri, pela prefeitura de Iguatu, mas, em Sobral, nada foi investido pelo município”, revelou.   
“A população não está mais aceitando as discriminações e o desvio de dinheiro público. A manifestação em prol da faculdade de Medicina é a mesma contra a corrupção e o desvio de dinheiro público. Vimos um povo que quer mudança, para ver um país diferente”, disse.
Em aparte, o deputado Carlomano Marques (PMDB) disse acreditar no ex-governador do Estado. “Quero crer que Cid Gomes seja homem de moral. Nunca presenciei nenhum embuste ou lambança por parte do atual ministro da Educação. Esse assunto da implantação da faculdade deve ser tratado diretamente com ele. Não acredito que Cid Gomes foi a Iguatu fazer uma promessa que não seja real”, acrescentou.  
O deputado Capitão Wagner (PR) destacou a importância de se levantar o debate, para que a faculdade seja realmente implantada em Iguatu. O deputado Welington Landim (Pros) observou que Iguatu tem as condições técnicas e, por isso, merece a faculdade de Medicina. “É um avanço significativo para a região, transformando Iguatu em um centro universitário”, pontuou. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário