terça-feira, 3 de março de 2015

Governo estima arrecadar R$ 31 bilhões com tributos sobre grandes fortunas, diz coluna

Uma antiga reivindicação dos congressistas do Partido dos Trabalhadores (PT) pode ganhar corpo em breve. Segundo informações do colunista, Leonardo Souza, do jornal Folha de S. Paulo, o governo estuda pelo menos três possibilidades para taxar as grandes fortunas brasileiras, com potencial para arrecadar cerca de R$ 31 bilhões anualmente. Técnicos dos ministérios da Fazenda e do Planejamento estariam avaliando as medidas com foco em empresários e acionistas que são remunerados com distribuição de lucros, hoje livre de impostos. A implantação de tributos sobre os mais ricos seria uma forma de compensar o desgaste sofrido pelo governo por conta dos reajustes fiscais e alterações nos direitos trabalhistas, como seguro-desemprego e auxílio-doença - tornados mais rígidos pela equipe econômica de Dilma Rousseff (PT). No entanto, ainda de acordo com o colunista, há o temor de que as mudanças afugentem investimentos estrangeiros e afetem a credibilidade do país.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics