domingo, 26 de abril de 2015

Gastos com ações de mídia do governo Dilma chegaram a R$ 3,7 bilhões em 2014



Dados divulgados pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) nesta sexta-feira (24) revelam que a administração pública federal gastou R$ 3,74 bilhões em ações de mídia - o que inclui publicidade e patrocínios - ao longo de 2014. Ministérios, autarquias e empresas públicas do governo Dilma Rousseff (PT) gastaram, ao todo, R$ 2,32 bilhões com investimentos publicitários. O valor é 5,7% menor que os gastos em 2013, quando somaram R$ 2,46 bilhões. No entanto, comparado com o último ano eleitoral, em 2010, quando a administração pública havia destinado R$ 2,09 bilhões ao mercado da publicidade, o montante é 11% maior, em valores corrigidos. Para ações de patrocínio estatal em áreas como esporte, teatro e meio ambiente o governo destinou outro R$ 1,42 bilhão. No último ano, a internet, pela primeira vez na série histórica do governo, passou a ser a segunda que mais recebe verbas publicitárias federais. A televisão, contudo, continua a ser o veículo com mais investimentos: foram gastos R$ 1,55 bilhões com propagandas, o que representa 66% do montante destinado aos meios de comunicação, que incluem internet, mídia externa, rádio, jornal, revista, cinema e outdoor. Apesar da determinação do Superior Tribunal de Justiça, a Secom decidiu não divulgar informações detalhadas sobre quanto cada empresa de comunicação recebeu, especificando os valores despendidos por órgãos das administrações direta e indireta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics