quarta-feira, 1 de abril de 2015

PSD deixa de apoiar Camilo Santana na Assembleia Legislativa

O Partido Social Democrático (PSD) do Ceará não integra mais o bloco do governo do Estado na Assembleia Legislativa. O grupo é formado pelo PT, Pros e PCdoB. A decisão foi confirmada pelo presidente estadual da sigla, Almicy Pinto, que, inclusive, já encaminhou ofício à Casa informando a decisão partidária. O partido elegeu dois deputados estaduais: Osmar Baquit (titular da Secretaria da Pesca) e Gony Arruda, além dos dois primeiros suplentes, que, hoje, estão no exercício do mandato: Leonardo Pinheiro e Professor Teodoro.
Almicy Pinto atribuiu a decisão a problemas relacionados à “falta de diálogo com o governo, ausência de voz dentro do bloco e a necessidade de mais independência em relação ao governo Camilo na AL”. E mandou um recado: “o PSD poderá contrariar o governo, caso a matéria em votação seja contra o pensamento do partido”.
No documento encaminhado ao presidente da Assembleia, deputado Zezinho Albuquerque (Pros), Almicir afirma que, com a decisão, o deputado Leonardo Pinheiro passa a ocupar o cargo de líder da legenda na Casa.
O Estado CE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics