segunda-feira, 4 de maio de 2015

Brasil fica para trás em poder de compra no cenário global


Segundo informações do jornal Folha de S.Paulo, o Brasil, quando comparado com outros países emergentes, voltou a ficar estagnado no desenvolvimento econômico. Com isso, o Brasil segue na contramão de países como Chile, Uruguai, Coreia, Taiwan, Polônia e Estônia.
O aparente fim do ciclo de alta dos preços das matérias-primas, carro-chefe das exportações brasileiras, aliado à falta de reformas que poderiam aumentar o ritmo de crescimento, dificulta a retomada do desenvolvimento brasileiro.
Outro fator que empurra a conta para baixo é a queda no poder aquisitivo do brasileiro.
Comparado com a fatia da renda norte-americana, referência para comparações globais, o país, que em 2011 chegou ao patamar de 30% pela primeira vez desde o fim da década de 1980, voltou a recuar levemente em 2014, para 29,5%.
Os cálculos foram feitos com base em dados do PIB (Produto Interno Bruto) per capita dos países, expresso em Paridade do Poder de Compra (PPC), divulgado em abril pelo FMI (Fundo Monetário Internacional). Essa medida é comumente usada para comparar o poder aquisitivo médio de diferentes nações.


(Com informações do jornal Folha de S.Paulo)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics