segunda-feira, 4 de maio de 2015

Castelão divulga que 1.580 cadeiras foram depredadas e prejuízos de clubes podem chegar a R$ 500 mil

Em coletiva concedida na tarde desta segunda-feira, 4, na sede da Secretária de Esportes (Sesporte), no Castelão, foram divulgados pelo órgão e pela Luarenas, empresa que administra o estádio, os danos causados ao estádio em razão dos atos de depredação na partida entre Ceará e Fortaleza do último domingo, válida pela decisão do Campeonato Cearense 2015. Ao todo, 1.580 cadeiras foram danificadas. 

Além disso, duas portas roladas de quiosques, quatro portarias móveis do alambrado e seis TV's foram danificados. Os objetos depredados devem causar um prejuízo aos clubes em cerca de R$ 500 mil. A inspeção foi realizada na manhã desta segunda-feira pela Luarenas. 

Cada clube envolvido fará uma vistoria para contabilizar os danos causados ao estádio. Só depois disso, será apresentado o relatório final com os prejuízos detalhados. As inspeções a serem realizadas por Ceará e Fortaleza ainda não têm data para ocorrer.
Após o jogo e o título do Fortaleza, houve um conflito em pleno gramado do estádio entre as torcidas dos dois times. O efetivo de segurança no estádio não conseguiu conter torcedores do Fortaleza, que invadiram o campo de jogo e enfrentaram torcedores do Ceará, que passaram a quebrar e arremessar cadeiras das arquibancadas ao gramado antes de também invadi-lo. 

Somente após a briga se tornar generalizada, a polícia entrou no gramado e conseguiu dispersar os vândalos com bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo.

O POVO

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics