sexta-feira, 29 de maio de 2015

Centro de Eventos do Ceará tem programação até 2020

Para o secretário de turismo de Ceara, Arialdo Pinho, o setor não é só passageiro é negócio. “Estamos trabalhando esse segmento por meio do Centro de Eventos”. Segundo a Setur, na agenda do Centro de Eventos tem programação até 2020.


Para divulgar ainda mais o equipamento, a Setur participará de feiras nacionais e, no segundo semestre, realizará forte investimento em publicidade dentro do Brasil e nos principais centros emissores europeus como Itália e Portugal. De acordo com a secretaria, dos 3,2 milhões turistas que vieram ao Estado em 2014, um milhão veio a negócios para participar de feiras, congressos e ventos.

Em média, o turista permanece no Estado seis dias e gasta R$ 358/dia. O dobro da quantia do turista que vem a lazer. A expectativa é que o número de visitantes aumente, no mínimo, 10% em 2016. Entre os Estados que visitam com mais frequência estão São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Brasília.
 
Ajuste fiscal
Para o diretor de marketing nacional do Ministério do Turismo (Mtur), Walter Nunes Júnior, o ajuste fiscal do Governo impacta no turismo, pois atinge todas as áreas. Mas estão sendo feitas melhorias nas condições do Fundo Geral do Turismo (Fungetur) para minimizar esse momento de crise. “Estamos revendo as diretrizes, mas não há nenhuma diminuição no ritmo de trabalho”. (Carol Kossling)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics