TV Centro Sul

terça-feira, 5 de maio de 2015

Clubes arcarão com prejuízo na Arena Castelão

A Arena Castelão, que deveria ser um ambiente de festa, virou um espaço de guerra e atos de vandalismo, por parte de torcedores de Ceará e Fortaleza após a decisão do Campeonato Cearense 2015.
O resultado da barbárie custará caro as duas equipes, que terão de arcar com as 1.580 cadeiras quebradas, duas portas roladas de quiosques, quatro portarias móveis do alambrado e seis TV's, em um prejuízo que gira em torno de R$ 500 mil.
Um acordo entre a administradora, a Secretaria de Esportes do Estado (Sesporte) e as duas equipes determina que alvinegros e tricolores serão os responsáveis por pagar por todos os danos.
Os números foram divulgados nesta segunda-feira (4), pelo secretário de Esportes, Jeová Mota, em entrevista coletiva concedida em seu gabinete.
A Sesporte aguarda, agora, uma vistoria a ser realizada por representantes de Ceará e Fortaleza, para uma possível contestação dos números apresentados. Somente após esse procedimento será possível a divulgação oficial do valor a ser pago por equipe, levando em consideração a localização de seus respectivos torcedores.
“Os clubes serão notificados dos prejuízos e após uma vistoria realizada por cada um, Fortaleza e Ceará, os valores poderão ser diferenciados. Nossa vistoria foi geral no estádio”, disse Jeová Mota, em um trecho da entrevista.
O secretário falou, ainda, da necessidade de se tomarem as providências cabíveis para que fatos como o do último domingo (3), não voltem a acontecer.
“Precisamos nos reunir com clubes e torcidas organizadas para que atos como estes sejam evitados”, disse Jeová, que completou, “Pelo ocorrido, temos que pensar em um local para as organizadas, como também, porque não, repensar o acesso ao campo pelo setor inferior do Castelão”.
Possíveis punições
Devido a guerra entre seus torcedores, Ceará e Fortaleza correm o risco de receberem punições pesadas, com a perda de até dez mandos de campo, além terem que pagar uma multa de até R$ 100 mil.
Na súmula da partida, divulgada nesta segunda-feira, o árbitro Péricles Bassols relatou a invasão de campo de alvinegros e tricolores, sem considerar o mando de campo.
Ceará
Diretor Administrativo do alvinegro, Raimundo Pinheiro confirmou ao CNEWS que o clube só se manifestará sobre os danos após receber o laudo da Luarenas, empresa que administra a Arena Castelão.
Ainda segundo Raimundo Pinheiro, representantes do clube participaram de uma vistoria na Arena Castelão e fecham os últimos detalhes para divulgar o resultado da visita ao estádio. Ainda não foi confirmado se o clube se pronunciará através de nota ou entrevista coletiva.
Fortaleza
Tentamos contato com representantes do Fortaleza Esporte Clube mas, até o momento, não obtivemos êxito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics