terça-feira, 26 de maio de 2015

Em clima de festa, Lei Camilo é sancionada

Em clima de comemoração, o governador Camilo Santana (PT) sancionou, no final da tarde de ontem, a lei que garante as promoções nas carreiras dos policiais militares e bombeiros do estado. A solenidade ocorreu com festa dos 180 anos da Polícia Militar no Ceará no Quartel do Comando Geral da PM.  
Com a presença de aliados políticos no evento, o governador destacou o diálogo como o principal responsável pela aprovação da Lei Camilo, que deverá beneficiar cerca de 9 mil policiais e bombeiros ainda este ano.

“Acaba hoje a história de um soldado passar 15, 20 anos para ser promovido. Acaba hoje o temor de que a mudança no comando do Estado gere atraso nas promoções. Isso tudo só foi possível graças a um componente fundamental: o diálogo”, afirmou o petista durante discurso aos policiais.
Reforçando a teoria do diálogo, o presidente da Assembleia, Zezinho Albuquerque (Pros), declarou ao O POVO que a assinatura da Lei que beneficia PMs transmite mensagem de diálogo do governo com a sociedade. “Muito diálogo foi feito para a aprovação da Lei. O governador trabalha no sentido de prestigiar a classe militar e vem assumindo novos compromissos com a categoria”.
Durante discurso, o petista considerou a medida como o “compromisso mais aguardado” pela corporação. O único parlamentar de oposição ao governador na Assembleia Legislativa a participar da solenidade foi o deputado estadual Capitão Wagner (PR).
 
Promessa eleitoral
Camilo reforçou ainda a medida como uma promessa de campanha. A “agilidade” em aprovar a Lei, após cinco meses de gestão estadual, tenta aliviar a tensão entre a categoria militar e a gestão do aliado e antecessor de Santana, o ex-governador Cid Gomes (Pros). 
Após aumento nos índices de criminalidade e uma greve dos policiais entre dezembro de 2011 e janeiro 2012, Cid viu a relação entre o Executivo e os policiais ser desgastada ao longo do segundo mandato.
A eleição com recordes de votos do ex-vereador Capitão Wagner à Assembleia Legislativa também foi reflexo da crise. Camilo, portanto, trabalha a agenda no sentido de tranquilizar as relações.A Lei, aprovada por unanimidade na AL-CE, é a primeira grande política de promoções para a tropa desde o governo Lúcio Alcântara.

Frase

ACABA HOJE A HISTÓRIA DE UM SOLDADO PASSAR 15, 20 ANOS PARA SER PROMOVIDO. ACABA HOJE O TEMOR DE QUE A MUDANÇA NO COMANDO DO ESTADO GERE ATRASO NAS PROMOÇÕES”

Camilo Santana (PT), governador do Estado do Ceará

Saiba mais

Os alunos que hoje participam do curso de formação para oficiais teriam de esperar dez anos para receber a primeira promoção. Agora, o tempo será reduzido para oito anos.
 
A promoção para subtenente (primeiro cargo da carreira de oficial) seria feita mediante prova interna. Com a alteração da matéria através de emenda, metade dessas vagas estaria destinada aos que passassem na seleção interna e a outra metade seria reservada para quem está há mais tempo na corporação, pelo critério de antiguidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics