Advertisement

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Ex-presidente do Egito é condenado à morte



O ex-presidente do Egito, Mohamed Morsi, foi condenado à morte neste sábado (16) por ter fugido da prisão durante a revolução que derrubou o então chefe de Estado, Hosni Mubarak. O ex-líder foi deposto pelos militares em um golpe do atual presidente, Abdul Fatah AL Sisi, após violentos protestos da população. Em abril, Morsi foi condenado a 20 anos de prisão por ter ordenado mortes nas imediações do palácio presidencial em dezembro de 2012. Segundo o G1, Morsi também enfrenta acusações por insultar o judiciário e entregar informações confidenciais a países e organizações estrangeiros. Desde que o ex-presidente caiu, as autoridades têm perseguido simpatizantes, integrantes e líderes da Irmandade Muçulmana, declarada como grupo terrorista em dezembro de 2013.

Nenhum comentário:

Postar um comentário