Advertisement

terça-feira, 28 de julho de 2015

Detenta é executada com arma artesanal dentro de presídio no Ceará

Uma presa morreu durante uma briga no Instituto Penal Auri Moura Costa, no município de Aquiraz, Região Metropolitana de Fortaleza, na tarde desta segunda-feira (27), após uma briga com outra detenta. 
De acordo com a Perícia Forense, o corpo de Joelma de Souza Silva (23) foi encontrado com várias marcas de perfurações, possivelmente feitas por um cossoco (uma espécie de arma artesanal). Entretanto, nenhum objeto foi encontrado na área de convivência onde o crime aconteceu. 
A Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) informou que a briga foi interrompida por agentes penitenciárias e as duas presas foram encaminhadas para uma enfermaria dentro da unidade. Entretanto, devido a gravidade dos ferimentos, ela não resistiu. A causa da briga será investigada. A outra detenta, identificada como Débora Araújo Dantas, foi socorrida e passa bem. 
A Perícia Forense tenta encontrar a arma utilizada pelo crime. Segundo Socorro Portela, diretora da Divisão de Homicídios, oito detentas serão escutadas ainda nesta segunda. Além delas, as agentes penitenciárias que participaram da ocorrência serão escutadas. 
Joelma estava no Auri Moura desde fevereiro deste ano. Ela respondia por homicídio.
CNEWS

Nenhum comentário:

Postar um comentário