Advertisement

quarta-feira, 19 de agosto de 2015

Deputada quer proibir uso de roupas justas e decotadas na Câmara Federal

A deputada federal Cristiane Brasil (PTB-RJ) quer mudar o código de vestimenta para as mulheres que frequentam o prédio da Câmara, em Brasília. A proposta da parlamentar é que sejam exigidas roupas sociais e que não sejam curtas nem decotadas. Para Cristiane, o projeto não visa contestar as mulheres que circulam com roupas curtas, mas diminuir o machismo na política. "Queremos corrigir um erro histórico. A gente sempre luta por equidade com os homens. O regimento já determina o que os homens devem vestir mas não fala nada em relação às mulheres", justificou. Atualmente, a Câmara define que os homens utilizem trajes de passeio completo (terno e gravata). Na proposta de Cristiane, as mulheres devem usar tailler com saia social, paletó, terninho, vestidos longos ou médios, saias longas ou calças. Roupas justas, “excessivamente decotadas”, blusas de frente única ou “tomara que caia”, shorts e minissaias seriam proibidas. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário