quinta-feira, 26 de novembro de 2015

Rombo do governo aumenta

O rombo das contas da administração da presidente Dilma Rousseff não para de crescer. Em outubro, o resultado primário do governo central ficou negativo em R$ 12 bilhões, o maior da série histórica, iniciada em 1997. A receita líquida total encolheu 13,9% no ano passado em relação ao mesmo intervalo de 2014, somando R$ 16,5 bilhões.

Enquanto isso, as despesas cresceram quase 3% no mesmo período para R$ 99,1 bilhões. No acumulado em 10 meses, o rombo do governo central deu um salto de quase 170% e chegou a R$ 33 bilhões, outro recorde histórico, superando o deficit de R$ 32,5 bilhões registrado por todo o setor público em 2014. No mesmo período do ano passado, o saldo ficou negativo em R$ 11,6 bilhões.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics