sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

PF prende uma pessoa no Ceará por desvios na transposição do São Francisco

Quatro pessoas nos estados do Ceará, Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal foram presas, nesta sexta­ feira (11), pela Polícia Federal (PF) durante a Operação Vidas Secas ­ Sinha Vitória, que investiga desvios de R$ 200 milhões em obras da transposição do Rio São Francisco. 

A PF, no entanto, não divulgou ainda detalhes da prisão, como o nome dos detidos. Cerca de 150 policiais federais cumpriram 32 mandados, sendo 24 de busca e apreensão, quatro de condução coercitiva e quatro de prisão nos Estados de Pernambuco, Goiás, Mato Grosso, Ceará, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Bahia e em Brasília. 

As investigações apontam que empresários do consórcio formado por OAS, Galvão, Barbosa Melo e Coesa Engenharia utilizaram empresas de fachada, dentre elas as do doleiro Alberto Youssef e do lobista Adir Assad, ambos presos na Lava ­Jato e condenados por envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras, para desviar recursos que deveriam ser destinados à transposição, uma das maiores obras executadas pelo governo federal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics