sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

A Hora do Ângelus - 18 horas


Seis horas, esta é a hora do ângelus 

Hora da anunciação

A humanidade esquece por um momento a sua luta inglória,

Deixa de lado os pensamentos pecaminosos,

A perseguição desenfreada dos homens contra os próprios homens 

E contempla a paz da natureza, uma sombra pálida do olhar de Maria.

Nos templos, nas ruas e nos campos, as preces brotam espontâneas de todos os lares
Esta é a hora do ângelus

A hora da anunciação

Nós vos suplicamos Maria

Que olheis por nós, vossos filhos ingratos

Dai-nos a graça do arrependimento 

E a vossa benção materna,

Porém, mais do que nós, Maria,

Outros necessitam do vosso apoio, nessa hora 

Os que morrem de necessidade,

Os que blasfemam,

Os que não crêem.

Iluminai-os Virgem Santíssima

Vós que fizestes os homens semelhantes a Deus

Por que foste Mãe de Jesus,

Olhai para os que perderam a fé

Protegei-os, vislumbrai-os como um relâmpago aos olhos de Paulo

Lembrai-vos deles nessa hora, Maria 

E sede, para todo o sempre, louvada e bendita
Ave Maria Cheia de Graças

O senhor é convosco

Bendita sois vós entre as mulheres

Bendito é o fruto do vosso ventre, Jesus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics