TV Centro Sul

quinta-feira, 21 de janeiro de 2016

Greve dos professores em Maracanaú

Reunidos em assembleia na manhã desta quarta-feira, 20 de janeiro, os professores da rede pública de Maracanaú decretaram estado de greve. A medida é um alerta da categoria, que se reuniu duas vezes com o prefeito Firmo Camurça e não teve retorno positivo para a proposta de reajuste de 11,36%, conforme orienta o Ministério da Educação (MEC) para os profissionais do magistério público nacional.
O estado de greve é uma situação que é aprovada pelos trabalhadores alertando aos governantes que a qualquer momento poderão deflagrar a greve. Quando uma categoria decide entrar em estado de greve, significa que ela vai preparar uma paralisação definitiva.

Para mobilizar e atingir os educadores espalhados por toda a rede pública nas mais de 90 escolas, o Suprema aprovou na assembleia um calendário de organização e ação durante o estado de greve, que se inicia na próxima sexta-feira, 22 de janeiro, às 9 horas, quando o grupo irá ao Ministério Público Estadual, que fica situado no Fórum de Maracanaú, denunciar o descaso do município com a pauta da categoria, além de incluir nas discussões da reunião o fim dos sábados letivos, a destinação dos recursos de precatório do antigo Fundef para os professores e delatar a má condição física das escolas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics