TV Centro Sul

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Passageiros são assaltados duas vezes dentro de ônibus em Fortaleza

Uma situação perigosa e ao mesmo tempo hilária dominou os passageiros de um ônibus em Fortaleza, na noite do último domingo. Em questão de minutos, o coletivo foi assaltado duas vezes. Na segunda, ladrões assaltaram os ladrões que haviam praticado o primeiro roubo.
Conforme Boletim de Ocorrência (B.O.) registrado pelo motorista do coletivo (identidade preservada), o fato ocorreu pouco depois de 19h40 quando  o ônibus da empresa Viação Fortaleza,  que fazia a linha 52 (Grande Circular 2), seguia pela Avenida Coronel Carvalho, na Barra do Ceará, após  sair do terminal de Antônio Bezerra.
Alguns quarteirões após o Terminal, bandidos que haviam embarcado naquele local pularam de suas cadeiras e anunciaram um assalto. Apesar de não apresentarem armas, eles espancaram e ameaçaram os passageiros e roubaram dinheiro, carteiras, relógios, celulares e outros objetos, e permaneceram dentro do coletivo.
A surpresa veio quando o mesmo ônibus, já na Avenida Leste-Oeste,  se aproximou do Cuca da Barra do Ceará, onde outro grupo embarcou e anunciou o segundo assalto. Desesperados, os passageiros alegaram que não tinham mais o que entregar,  pois já haviam sido roubados minutos antes e apontaram para os outros ladrões que ainda estavam no veículo.
Rendidos pela segunda quadrilha (esta estava armada), os ladrões do primeiro grupo tentaram intimidar os “concorrentes” dizendo que eram da Gangue do “Inferninho”, do bairro Quintino Cunha. A resposta veio rápida. Os ladrões do segundo grupo roubaram todos os pertences que os outros tinham tomado dos passageiros. Até os tênis dos ladrões foram tomados pelos outros criminosos.
Para completar, foram até o motorista e roubaram sua aliança de casamento, um telefone celular e a quantia de R$ 27,00 que ele tinha na carteira. Desesperado, o motorista parou o ônibus e desceu correndo em busca de socorro, enquanto os ladrões da segunda quadrilha espancavam os outros do grupo do “Inferninho”.
Depois de tudo isso, as duas gangues desapareceram e os passageiros foram parar  no 7º DP (Pirambu), onde contaram o que havia acontecido. Ninguém foi preso até agora. 

Blog do Fernando Ribeiro

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics