quinta-feira, 17 de março de 2016

Leonardo Araújo contesta críticas sobre corrupção no PMDB

O deputado Leonardo Araújo (PMDB) rebateu, durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (17/03), as críticas de que o PMDB não teria moral para julgar a conduta ética do PT. Segundo o parlamentar, existe uma tática petista de apontar a quantidade de políticos cassados pelo PMDB, considerado maior que o de políticos cassados pelo PT.
De acordo com Leonardo Araújo, o argumento não se justifica por considerar que diversos membros da cúpula dos governos petistas estão presos neste momento.
“O PT achincalha os partidos e afirma que o PMDB é corrupto, sendo que defendemos a saída do Eduardo Cunha, do Renan Calheiros, e qualquer outro membro do partido envolvido em corrupção. Desafio os petistas a fazerem o mesmo”, destacou o deputado.
Em aparte, o deputado Audic Mota (PMDB) lamentou que pessoas ainda defendam figuras como o ex-presidente Lula. “Me entristece ver pessoas defendendo uma das personalidades que mais cometeu crimes de colarinho branco em período de tempo tão curto”, comentou.
Também em aparte, o deputado João Jaime (DEM) salientou que “não é apenas o PT que tem políticos corruptos, sendo a diferença que, em outros partidos, eles são expulsos e não alçados a galeria de ídolos do partido, como faz o PT”.
RG/AT         

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics