terça-feira, 31 de maio de 2016

Deputada critica peça de teatro apresentada por aluno da UFC

A deputada Dra.Silvana (PMDB) criticou, no primeiro expediente da sessão plenária desta terça-feira (31/05), a peça de teatro apresentada durante seminário sobre sexualidade e gênero, no bloco de Psicologia da Universidade Federal do Ceará (UFC). Segundo ela, na apresentação o estudante ficou nu e com acesso venoso, derramou sangue em uma imagem de Cristo na cruz.
A parlamentar ressaltou que a peça prega intolerância aos cristãos católicos. “Achar simpático um movimento que agride a cultura de outras pessoas é perverso e absurdo. Digo ao reitor da UFC que a peça é um insulto”, apontou.
A deputada frisou que da mesma maneira que os cristãos não podem debochar da comunidade LGBT, a comunidade não pode agredir a cultura das outras pessoas. “Se a peça fosse um padre doutrinando um homossexual, será que a UFC iria acha que é arte? Não iria, seria homofobia, pois da mesma maneira esse evento foi um ataque, foi cristofobia”, criticou.
Dra Silvana salientou que as pessoas podem defender o que quiserem sem ofender os outros. “Ofender as pessoas para chamar a tenção para um movimento não é correto. Deve ser repudiado. Chocar pela profanação ao invés de convencer com argumentos é lamentável”, afirmou.
Em aparte, o deputado Daniel Oliveira (PMDB) ressaltou que a deputada Dra Silvana é evangélica e está defendendo um símbolo católico. “Isso é tolerância e respeito a fé dos outros. Assim deveria ser com tudo”, pontuou.
O deputado Ely Aguiar (PSDC) enfatizou que a Universidade Federal do Ceará patrocinou a peça e considerou “arte”. “Uma instituição que patrocina uma profanação dessa, não merece respeito”, apontou. ALECE

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Web Statistics