Bolsonaro, ao lado de Domingos Neto, manda recado para o Ceará

Bolsonaro, ao lado de Domingos Neto, manda recado para o Ceará

- em Política
52

O presidente diplomado Jair Bolsonaro fez, nesta terça-feira, em Brasília, a pedido do deputado federal Domingos Neto (PSD), uma saudação ao povo cearense.

“Eu tenho um carinho todo especial pelo Ceará, meu sogro é de Crateús, eu quero agradecer todo apoio e confiança de grande parte do povo do Ceará com o nosso mandato”, disse Bolsonaro, para, em seguida acrescentar: “muito obrigado a todos vocês. O Ceará é nosso. Valeu!”

Domingos Filho apresentou Jair Bolsonaro como “o nosso presidente” que, segundo ele, vai defender as causas do Nordeste. Uma das principais missões do novo governo é concluir as obras de transposição do Rio São Francisco. A previsão é que, em março, as águas do São Francisco cheguem ao Ceará.

Domingos está no seu terceiro mandato de deputado federal, sendo na atual legislatura líder do partido na Câmara. Foi reeleito neste ano com 111.154 votos pelo PSD. Atualmente, o deputado é presidente estadual da sigla no Ceará.

Via Ceará Agora

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Sancionada lei que amplia possibilidade de repasses a municípios

Foi sancionada sem vetos a Lei Complementar (164/18)