IGUATU IRÁ PROMOVER FÓRUM SOBRE ECONOMIA

IGUATU IRÁ PROMOVER FÓRUM SOBRE ECONOMIA

- em Iguatu
88

A Prefeitura Municipal de Iguatu, o Banco do Brasil, a Câmara dos Dirigentes Lojistas (CDL), o Sindilojas, o IFCE e o SEBRAE promoverão, no próximo dia 29 deste mês, um fórum sobre economia no município. De acordo com o secretário do Desenvolvimento Econômico do município, Murilo Braga, o evento será realizado na AABB de Iguatu, a partir das 14h.

“Estamos organizando também um evento sobre uma nova cadeia produtiva que está surgindo em nossa região, que é a produção de camarão. Estará presente um técnico do Banco do Brasil apresentando a oferta de uma linha de crédito com juros de 5% ao ano e com carência de mais de 12 meses para pagar”, frisou o secretário.

O titular da pasta anunciou ainda que dia 29 estará em Fortaleza onde se reunirá novamente com o Presidente do Atacadão Assaí, Belmiro Gomes, para falar sobre a implantação desse empreendimento em Iguatu. “O objetivo é que sejam gerados 300 empregos diretos, além de garantir produtos com preços mais acessíveis para a população”, finalizou Braga.

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Polícia Civil descobre esquema fraudulento em contas bancárias em Iguatu

A investigação se arrastou quase um ano. A