Mulher é presa suspeita de vender gasolina ilegalmente

Mulher é presa suspeita de vender gasolina ilegalmente

- em Ceará, Destaque
31

Em mais uma ação de combate a criminalidade, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Regional de Baturité, realizou a prisão de uma mulher suspeita de comercializar gasolina de forma ilegal. A captura é resultado de ações que investigam ataques a veículos e prédios públicos na região. A prisão ocorreu ontem (6), no Sítio Jordão, Zona Rural do município de Baturité.

Os policiais chegaram a suspeita, identificada como Maria Valdenisa Mendonça de Freitas, de 32 anos, após alguns levantamentos visando identificar pontos de venda irregular de gasolina. De acordo com as investigações, Maria Valdenisa vendia o material inflamável, sem autorização, por R$ 6,50 o litro. Os levantamentos apontaram que o produto foi fornecido para utilização criminosa, objetivando ataques ao patrimônio público e privado.

No comércio onde a gasolina foi encontrada, os policiais também localizaram um vasto material utilizado no comércio ilegal, como: garrafas, galões e funis. Diante dos fatos, a mulher foi conduzida para a unidade policial, onde foi autuada por crime contra a economia popular. As investigações prosseguem no sentido de identificar a origem do combustível que era negociado, bem como, os responsáveis pela distribuição.

CNEWS

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Homem que vendeu rim para comprar iPad sofre com falência renal

Wang Shanghkun tem 25 anos e sofre com