Polícia Civil descobre esquema fraudulento em contas bancárias em Iguatu

Polícia Civil descobre esquema fraudulento em contas bancárias em Iguatu

- em Destaque, Iguatu
110

A investigação se arrastou quase um ano.

A Delegacia Regional de Policia Civil de Iguatu, tendo a frente à frente seu titular, Marcos Sandro Nazaré de Lira, revelou o término de 30 procedimentos policiais que culminaram nos indiciamentos de 48 pessoas por crimes de estelionatos.

A investigação se arrastou quase um ano quando a delegacia começou a receber dezenas de ofícios de vários estados do Brasil, notificando que contas de agências bancárias de Iguatu estavam recebendo depósitos de vítimas de  estelionatos.

A investigação concluiu que foram criados na internet, sites “Fantasmas” que ofereciam empréstimos a pessoas de todo o país quando as vítimas acessavam a página, eram orientadas a preencherem formulários fictícios que geravam margens falsas de empréstimos, sendo elas em seguida direcionadas a depositarem “taxas administrativas”,  para as efetivas liberações de empréstimos.

Somente com a demora das liberações das quantias e diante dos pedidos de novos depósitos por parte dos estelionatários, é que as pessoas lesadas tomavam conhecimento que tinham sido vitimas de um golpe.

As quantias dos depósitos giravam entre 300 a 1.200 reais. Através de levantamentos do delegado regional Marcos Sandro e do escrivão Jeimison, a polícia conseguiu rastrear as contas que eram receptáculos dos depósitos espúrios, cujos proprietários foram notificados e indiciados por crimes de receptação.

Nas oitivas dos investigados, todos disseram que tinham emprestado suas contas para as pessoas de Demontier Gonçalves de Oliveira Júnior e Antonio Marcos Leôncio da Silva, e estes aplicavam as quantias colhidas para pagamentos de “Jogos Bets”.

O delegado Marcos Sandro Nazaré de Lira, destaca que os cabeças do esquema Demontier e Marcos, em suas oitivas por crime de estelionato, confessaram que movimentavam as contas para pagamentos de premiações do jogo bets e citaram os nomes de outras pessoas, as quais estão sendo investigadas em outros procedimentos instaurados.

Os procedimentos serão encaminhados ao fórum para oferecimento de denúncias do ministério público. O delegado Marcos Sandro         ressaltou que novas contas estão sob investigação e sendo monitoradas. O prejuízo causado pelo esquema, estima a polícia, vai de 300 a 500 mil reais.

Via Site Miséria

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Homem que vendeu rim para comprar iPad sofre com falência renal

Wang Shanghkun tem 25 anos e sofre com