Ponte é explodida e fica com buracos na estrutura na BR-116 no km 205, em Tabuleiro do Norte

Ponte é explodida e fica com buracos na estrutura na BR-116 no km 205, em Tabuleiro do Norte

- em Ceará
41

Uma equipe da Polícia Militar verificou que foram detonados explosivos em três pontos da tubulação da drenagem da ponte, ocasionando buracos no asfalto

A ponte sobre o Rio Jaguaribe, localizada no km 205 da BR-116, em Tabuleiro do Norte, foi alvo de ataque criminoso na madrugada deste domingo (6). Às 4h20, um motorista de ônibus informou ter ouvido forte explosão logo após passar pela ponte, conhecida como “Ponte do Peixe Gordo”.

Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), uma equipe da Polícia Militar chegou ao local e verificou que foram detonados explosivos em três pontos da tubulação da drenagem da ponte, ocasionando buracos no asfalto.

Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) fazem isolamento do local. O tráfego de veículos segue liberado. Uma equipe do Dnit realizará análise da estrutura.

5º dia de ataques

Neste domingo (5), o Ceará chegou ao 5º dia de ataques criminosos. Essa é a maior onda de terror da história do estado, que causa prejuízos e deixa a população em pânico. Até agora, 103 pessoas foram presas.

Apesar da chegada da Força Nacional no Ceará na última sexta-feira (4), solicitada pelo governador Camilo Santana, os crimes continuam. Ônibus, caminhões, prédios públicos, supermercados, concessionárias, estacionamento de shopping, passarelas e fotossensores também foram alvos dos bandidos.

Em pichações deixadas em muros de escola municipal e posto de saúde, bandidos dizem que onda de ataques só vai parar com saída do secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque.

Diante da extrema violência, os ônibus seguem em operação emergencial, circulando com a frota reduzida e somente com a presença de três policiais em cada coletivo. Já as vans paralisaram as atividades desde a sexta-feira por falta de segurança.

As ações iniciaram após as declarações do secretário Luís Mauro Albuquerque, de que não reconhecia facções criminosas. Durante a posse, ocorrida no dia 1º de janeiro, ele adiantou que os presídios cearenses não serão mais divididos por facções. Em coletiva de imprensa, o secretário da Segurança Pública, André Costa, afirmou que a polícia não vai recuar aos atentados.

Via Tribuna do Ceará

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Chega a 239 o número de autuados após ação do Estado no combate a ações criminosas

Aumentou para 239 o número de presos e