Travesti é morta e corpo é encontrado em decomposição

Travesti é morta e corpo é encontrado em decomposição

- em Polícia
263

A vítima foi morta com golpes de faca. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) acompanha o caso.

Uma travesti foi assassinada com golpes de faca no bairro Planalto Ayrton Senna, em Fortaleza. O corpo da vítima, identificada apenas como Flávia (34), foi encontrado neste domingo (18), em avançado estado de decomposição.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionados para atender à ocorrência. O caso é investigado para descobrir suspeito e a motivação do crime.

No começo do mês, uma mulher trans de 44 anos foi brutalmente assassinada em um salão de beleza de Morada Nova, 168 km de Fortaleza. A vítima estava trabalhando quando dois suspeitos chegaram ao estabelecimento numa motocicleta. Um suspeito desceu do veículo e efetuou vários disparos de arma de fogo.

Dados
Conforme as estatísticas da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em 2017 não foi registrado nenhum Crime Violento Letal Intencional (CVLI) – como são tipificados os assassinatos- contra pessoas LGBTs. Os crimes, segundo a pasta, teriam sido ocasionados por outras motivações, como a disputa entre grupos criminosos, responsável por 28% dos homicídios.

Em nota, a Associação Nordestina de LGBTS repudiou a “invisibilidade de dados” em relação aos crimes contra lésbicas, gays, bissexuais e pessoas trans no Ceará. A instituição citou o Caso Dandara, registrado em fevereiro do ano passado, e pediu a revisão das informações:  “A violência desse calibre contra a comunidade LGBT não nasce por acaso”. 

Deixe um Comentário

Política de moderação de comentários: A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar o blogueiro ou o jornalista responsável por blogs e/ou sites e portais de notícias, inclusive quanto a comentários. Portanto, o jornalista responsável por este Portal de Notícias reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal e/ou familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Veja também

Bispo de Sobral é assaltado dentro de loja

Apesar do susto, religioso não foi ferido e